Blog / VIAGEM E TURISMO

CALIFA AAH CALIFA

Califa aah Califa


Da simplicidade do estilo Hippie ao Glamour central. E no meio disso, de tudo um pouco, digamos assim. A California “meu irmão” não é só propaganda não, ou em outras palavras é possível dizer que, a propaganda não é enganosa, nem silenciosa, nem ruída. É de verdade, encanta, envolve, contagia. É a energia que contamina querendo ou não.

A cultura Hippie ainda é presente na “Califa” (apelido para os mais íntimos) e você pode encontrar em San Diego no famoso bairro chamado Ocean beach, o “OB” (ou bi aportuguesadamente falando). Você encontra gente não apenas vestida como Hippie mas principalmente se comportando como tal, morando em vans, carros, na rua mesmo (e não são mendigos) pessoas legais de verdade, vibe leve que a gente sente ao conviver e, a partir dai só vai. Claro que esse “só vai” também envolve drogas, pois você pode encontrar lá de tudo um pouco também, mas isso amigos, não é exclusidade de lá pois basta a gente abrir os olhos para enxergar o que há por este mundão afora. A sugestão que dou é: não julgue, viva! Ame, goze cada momento, pensa como se você estivesse fazendo uma pesquisa antropológica e não pudesse fazer mais nada além de ver, anotar, refletir, interagir e por ai vai. No final, garanto (ou quase isso) que você vai se sentir pleno(a) pela sensação da experiência ter valido não a pena e sim o seu tempo, bem investido, porque disso garanto que o seu olhar para a vida nunca mais será o mesmo.

E o Glamour central que me referi, a famosa Gaslamp Quarter, também em San Diego, que encanta com suas luzes, charretes com músicas e diversidade de opções para você comer ou simplesmente sair e se divertir. Para quem conhece Porto Alegre, vou comparar a Padre Chagas com a Cidade Baixa, então, tem uma mistura de ambos o centro de San Diego, porém com uma segurança incomparável.

 

San Diego é uma cidade incrível sim. Mas é vivendo lá que você descobre isso. E além dela, existe a bem popular LA (él ei) Los Angeles que fica apenas duas horas de distância. E ainda, umas cinco horas de San Diego fica Las Vegas (isso tudo de carro) e, entre 1h e 2h de avião o Hawaii. Sim! E mais: viajar dentro do país, depois de um tempo que se vive com a moeda local, a gente percebe que é muito barato. O quanto é fácil ter uma boa qualidade de vida bem como dizem mesmo. E para quem vai viajar e não morar também dá para aproveitar bastante, basta fazer uma boa pesquisa e/ou contratar uma boa agência de viagens.

 

Queria escrever detalhes disso tudo que, após dois anos quase três, ainda vibra no meu coração. Mas ao mesmo tempo, também, não quero fazer uma leitura chata do estilo muito longa e assim cansativa. Então, quem quiser trocar mais ideias sobre esse assunto, fale comigo! Será um prazer.

 

Publicitária Diretora de Arte Criativa

lugrosspinho@gmail.com



"Todos os nossos conteúdos do site Géssica Carneiro são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa dos criadores do site, mesmo citando a fonte."


Compartilhe: